Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livros de Cabeceira e outras histórias

Ler é uma fonte de felicidade!

Livros de Cabeceira e outras histórias

Ler é uma fonte de felicidade!

12
Fev18

Desafio "Uma citação por semana" #7

Charneca em flor

 

 "After all, tomorrow is another day", Scarlett O'Hara no filme "E tudo o vento levou..."

Desta vez, trago uma citação do cinema que eu acho muito inspiradora. Por mais negra que possa parecer a noite, amanhã é um novo dia com todas as suas oportunidades. Por mais problemas que possa ter, acredito sempre que tempos melhores virão. E tem sido verdade.

 

07
Fev18

Pessoa. Todo arte es una forma de literatura

Charneca em flor

FernandoPessoa.png

 

Ontem foi inaugurada a exposição "Pessoa. Todo arte es una forma de literatura" no Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia em Madrid. Os madrilenos e os muitos milhares de visitantes do Museu poderão descobrir Fernando Pessoa, os seus heterónimos, os seus escritos bem como os artistas seus contemporâneos que foram influenciados por, ou influenciaram, Fernando Pessoa como Almada Negreiros ou Amadeu de Souza Cardoso. Uma parte muito importante da vida artística portuguesa das primeiras décadas do Séc. XX "invade" Madrid até 7 de Maio. Fernando Pessoa já é muito apreciado fora de Portugal no entanto não sei se os espanhóis o conhecem muito bem. Aqui está uma excelente oportunidade.

ReinaSofia1-300x225.jpg

 

O Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia é um dos mais importantes museus de arte moderna de Espanha e merece uma visita. Uma das obras mais conhecida presente neste museu é o Guernica de Pablo Picasso. E Madrid é aqui tão perto. Vale a pena dar lá um pulinho.

DE00050_0.jpg

 

 

03
Fev18

A Anunciação de Álvaro Pires de Évora

Charneca em flor

PinturaPortuguesamedievalÁlvaroPiresdeÉvoraAAnun

Álvaro Pires de Évora foi um pintor português do século XV. Nasceu em Évora mas trocou Portugal pela Itália, um dos países europeus mais artísticos de sempre. Muitos consideram-no como um pintor italiano mas ele afirmava-se como português. É o mais antigo pintor português com assinatura reconhecida. Não foi um pintor muito produtivo havendo apenas 30 obras conhecidas. Dessas só existe uma obra num museu nacional já que a maioria está em colecções privadas. Esta semana, uma das suas obras, A Anunciação, foi a leilão na Sotheby's e o Governo Português, com a ajuda do dinheiro que sobrou da campanha para adquirir a obra de Domingos Sequeira, conseguiu comprá-la por 280 mil euros (mais 25% de comissão da leiloeira.). De futuro estará em exposição no Museu Nacional de Arte Antiga na mesma sala onde estão os Paíneis de São Vicente e o retrato de D. João I. Uma vitória para a cultura portuguesa.

29
Jan18

Desafio "Uma citação por semana" #5

Charneca em flor

"Aquele olhar! Ela caminhava para a mesa levando uma bandeja com doces de ovo quando o sentiu, ardente, a queimar-lhe a pele. Virou a cabeça e os seus olhos encontraram-se com os de Pedro. Nesse momento compreendeu perfeitamente o que deve sentir a massa de uma filhó ao entrar em contacto com o óleo a ferver."

                                 Como água para chocolate, Laura Esquivel

 

Uma passagem inesquecível de um dos livros da minha vida. Nesta história, os sentimentos como o amor, o despeito, o ódio ou a tristeza expressam--se através da comida.

21
Jan18

A ponte sobre o Drina, Ivo Andrič

Charneca em flor

No Verão passado viajei para leste como aflorei aquiaqui e aqui. No penúltimo dia, que coincidiu com o aniversário do A., parei, por acaso, em Višegrad perto da fronteira entre a Bósnia e a Sérvia. Quer dizer, foi mais ou menos por acaso já que tinha planeado parar nesta cidade porque o nome me fez lembrar outra viagem (há uma cidade na Hungria com o mesmo nome) e porque estaríamos lá pela hora do almoço. Então não é que descobri que Višegrad foi o berço de um Prémio Nobel da Literatura, Ivo Andrič? Não resisti a comprar a sua obra-prima, "A ponte sobre o Drina".

pontedrina.jpg

 

DSC08357.JPG

Como os meus olhos não me permitem ler muito depressa, só terminei de lê-lo ontem. A ponte é a personagem central da trama. Tudo gira à volta dela, da sua atribulada construção, das amizades e dos amores que cresceram sobre a ponte, as festas, as desgraças ou as guerras. Em Višegrad, mais do que qualquer praça, é a ponte que é o centro da cidade.

A construção da ponte data do séc. XVI e foi mandada construir durante o domínio Otomano sobre aquela região pelo grão-vizir Mehmed-Paxá que tinha nascido ali perto. Nessa altura, os muçulmanos turcos levavam os rapazes cristãos para os converterem ao islamismo e passavam pela cidade de Višegrad. O Drina tinha que se atravessar de barco e a ponte foi construída para facilitar o transporte de pessoas e mercadorias. 

Ao longo do tempo transformou-se em testemunha muda da passagem do tempo, mas também da amizade, entre cristãos, judeus e muçulmanos que tanto vivam em harmonia como em conflito. Mais que um romance,  "A ponte sobre o Drina" faz-nos compreender um pouco melhor os acontecimentos históricos que determinaram a forma como aqueles povos viveram e todas as provações que foram passando.

A ponte lá continua, com mais ou menos mazelas, até hoje com a sua pedra branca sobre as águas verdes do Drina.

"Mas a pontw continuava sempre firme e igual a si, com a eterna juventude da qual gozam as grandes e boas obras dos homens, que não sabem o que significa mudar e envelhecer e que, pelo menos assim parece, não  partilham a sortw de todas as coisas passageiras deste mundo."

 

15
Jan18

Desafio "Uma citação por semana" #3

Charneca em flor

"O Bom Combate é aquele que é travado em nome dos nossos sonhos. Quando eles explodem em nós com todo o seu vigor - na juventude - nós temos muita coragem, mas ajnda não aprendemis a lutar. Depois de muito esforço, acabamos a aprender a lutar, e então já não temos a mesma coragem para combater. Por causa disso, voltamo- nos contra nós e combatemo-nos a nós mesmos, e passamos a ser o nosso pior inimigo. Dizemos que os nossos sonhos eram infantis, difíceis de realizar, ou fruto do nosso desconhecimento das realidades da vida. Matamos os nossos sonhos porque temos medo de travar o Bom Combate."

                                                    Paulo Coelho in O Diário de um Mago

 

Paulo Coelho não é um escritor muito considerado no meio literário mas a verdade é que um dos escritores mais vendidos do mundo tendo já ultrapassado Jorge Amado como o escritor de língua portuguesa mais vendido de todos os tempos. Apesar de não ser muito bem visto pela crítica, já recebeu inúmeros prémios e condecorações em vários países. 

Paulo Coelho foi uma das minhas obsessões literárias no fim da adolescência e início da vida adulta por isso não podia deixar de ter lugar neste desafio de revisitar as obras da minha vida.

13
Jan18

Palavra do ano 2017

Charneca em flor

Embora já seja o 13° dia do ano 2018, apercebi-me que ainda não tinha falado da Palavra do Ano de 2017.

A PALAVRA DO ANO® é uma iniciativa da Porto Editora que tem como principal objetivo sublinhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa, património vivo e precioso de todos os que nela se expressam, acentuando, assim, a importância das palavras e dos seus significados na produção individual e social dos sentidos com que vamos interpretando e construindo a própria vida.

A Palavra do Ano escolhida pelos internautas foi Incêndios. Infelizmente, a palavra que dominou o ano de 2017, pelo menos a partir de Junho, foi mesmo esta. Por motivos tristes e trágicos. Aliás eu votei na hipótese "Tragédia" pelos mesmos motivos.

Mais sobre mim

foto do autor

Livro do momento

Ebook do momento

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D