Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livros de Cabeceira e outras histórias

Ler é uma fonte de felicidade!

Livros de Cabeceira e outras histórias

Ler é uma fonte de felicidade!

11
Jan17

Os imprescindíveis

Charneca em flor

Ontem ouvi este poema. Já conhecia mas não sabia quem era o autor. Fui pesquisar e descobri que é do alemão Bertolt Brecht Independentemente da circunstância em que foi utilizado, ou da pessoa que fez esta citação, é um belo poema e achei que valia a pena partihá-lo convosco. "Há aqueles que lutam um dia; e por isso são bons; Há aqueles que lutam muitos dias; e por isso são muito bons; Há aqueles que lutam anos; e são melhores ainda; Porém há aqueles que lutam toda a vida; esses são os imprescindíveis" Bertolt Brecht

05
Jan17

Geringonça

Charneca em flor

mw-860.jpeg

 Imagem retirada daqui

Geringonça foi escolhida como Palavra do Ano 2016 e eu fiz parte dos 35% de votantes que elegeram esta palavra. Assim que vi as hipóteses; "campeão", "brexit", "parentalidade", "presidente","turismo", "racismo", "humanista", "empoderamento" e "microcefalia"; achei logo que geringonça foi uma palavra marcante e incontornável em 2016.

Geringonça define-se assim: construção pouco sólida e que se escangalha facilmente; caranguejola, aparelho ou máquina considerada complicada; engenhoca, coisa consertada que funciona a custo figurado sociedade ou empresa de estrutura complexa e pouco credível, qualquer coisa ou ideia engendrada de improviso e que funciona com dificuldade.

Esta palavra adquiriu um significado especial ainda em 2015 mas foi amplamente utilizada em 2016. Este termo foi utilizado pela primeira vez por Vasco Pulido Valente, e depois repetido por Paulo Portas no Parlamente, para "definir" o acordo parlamentar de esquerda que sustenta o actual governo. Inicialmente foi utilizada com sentido depreciativo mas, agora, acho que até é apreciada. O primeiro-ministro, António Costa, utiliza-a com alguma frequência normalmente na frase: "é geringonça mas funciona".

 

Eu acho piada à palavra e, obviamente, não podia estar mais de acordo com a escolha.

No ano de 2015, a palavra escolhida foi "refugiado". Infelzmente continuou a fazer parte do nosso vocabulário diário.

 

Palavra do Ano é uma iniciativa da Porto Editora

.

Mais sobre mim

foto do autor

Livro do momento

Ebook do momento

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D