Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros de Cabeceira e outras histórias

Todas as formas de cultura são fontes de felicidade!

Livros de Cabeceira e outras histórias

Todas as formas de cultura são fontes de felicidade!

Desafio de escrita dos Pássaros #5

Mais diabólico que o próprio Diabo

Charneca em flor, 11.10.19

 

ca99ba573ce62934846e6fca392ade8e.jpg

 

O meu tempo sobre esta terra tinha chegado ao fim. Quando dei por mim estava na mais completa obscuridade. A pouco e pouco, os meus olhos foram-se habituando à escuridão e nessa altura reparei que andavam por ali outras almas. Eu chegara ao purgatório.
O movimento das almas foi-me encaminhando para a frente daquela massa em eterno movimento. Só aí é que vi que havia, lá bem no fundo, um feixe de luz iluminando alguém que jazia de joelhos no chão.
Fiquei estarrecida quando percebi quem era. A alma que ainda não tinha encontrado o eterno descanso já tinha deixado a terra há mais de 70 anos. Deus e o Diabo discutiam, de modo exaltado, o seu destino eterno. Quem desencadeava a exaltação era Adolf Hitler.
Como quem não quer a coisa, aproximei-me e meti-me na conversa:
- Peço desculpa. Eu compreendo que Deus não queira este cavalheiro no céu mas não consigo conceber que ele não tenha tido entrada directa no fogo do inferno.
O Diabo olhou-me com os olhos em brasa:
- Charneca em Flor, ao seu dispôr. Se não se importam, eu gostava de dar uma achega à vossa discussão. Como devem saber, as acções deste homem provocaram muita dor e sofrimento a toda a humanidade. Ele conseguiu criar um verdadeiro inferno sobre a terra. Milhões de pessoas conheceram a face do mal pela mão de Hitler.
Diz-me o Diabo:
- Por isso mesmo é que eu não quero do meu lado. Ele conseguiu ser mais diabólico do que eu.
- Não me diga que tem receio que ele lhe roube o lugar?! Olhe bem para ele. É uma fraca figura.
Ele só conseguiu provocar aquele terror porque se rodeou de indivíduos ainda mais cruéis do que ele. É verdade que ele possuía, para além de um grande carisma, um poder que não é de desprezar, o poder da palavra. Ele fez discursos inflamados que incendiaram multidões. Só assim é que permitiram a sua ascensão até Chanceler da Alemanha, desencadeasse uma guerra mundial e que escrevesse uma das páginas mais negras da História. Sem o poder da palavra, Adolf Hitler teria sido inofensivo.
- Olha deste uma ideia…
A última vez que vi o Führer, ele era arrastado pelo Diabo e tinha o olhar mais assustado que eu já alguma vez vira. Imagino que os judeus tiveram o mesmo olhar quando começaram a perceber para onde caminhavam.

 

 

Esta semana, o tema proposto foi este

"Estás na fila para o purgatório e Hitler está à tua frente. Ninguém o quer aceitar e a fila não anda. Escreve a tua intervenção para convencer um dos lados a aceitá-lo"

Para descobrir como é que os outros participantes deram a volta a este tema, é só passar por aqui.

7 comentários

Comentar post