Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livros de Cabeceira e outras histórias

Todas as formas de cultura são fontes de felicidade!

Livros de Cabeceira e outras histórias

Todas as formas de cultura são fontes de felicidade!

Nobel da Literatura 2021

Charneca em flor, 10.10.21

transferir.jpeg

A semana que passou ficou marcada pelo anúncio dos laureados com os Prémios Nobel nas várias áreas. No dia 7 de Outubro ficou-se a conhecer o Prémio Nobel da Literatura de 2021, o romancista e contista Abdulrazak Gurnah, natural de Zanzibar.

Já há mais de uma década que não se premiava um africano. O comité Nobel justifica assim esta atribuição:

"O prémio foi atribuído ao romancista nascido em Zanzibar [região autónoma da Tanzânia] e ativo em Inglaterra, pela sua capacidade de mergulhar de forma intransigente mas também compassiva nos efeitos do colonialismo e nos destinos dos refugiados que estão num abismo, divididos entre culturas e continentes”

Embora o comité Nobel queira fazer parecer que não têm  motivações políticas, tal não corresponde bem à realidade. Nos últimos anos muito se tem falado sobre os erros do colonialismo e sobre os seus símbolos bem como é impossível passar ao lado do problema dos refugiados. Esta atribuição prova que os membros do comité não estão fora da vida real. 

Abdulrazak Gurnah chegou ao Reino Unido, como refugiado em 1960 e passou, agora, a fazer parte da já extensa galeria dos Prémios Nobel.

O escritor escreve em inglês e existe, apenas, um livro traduzido para português. Trata-se de "Junto ao mar", editado em 2003 em Portugal.

500x.jpeg